Uma homenagem à Lama Tsering em benefício de todos os seres

Ainda noite, naquele primeiro de setembro, o dia procura explodir madrugada a dentro, a lua, prateada, amarelada, flutua no firmamento, é um dia especial, dia de Tara, portanto haverá o festim do Tsok. Mas neste dia, uma homenagem não só à velóz salvadora, de quem tanto aprendemos, está sendo preparada, mas também uma homenagem a quem muito nos ensina; sim, aniversário de nossa Lama, Tering-la, tantos anos incansavelmente dedicados ao Dharma, ao seu mestre, Chagdud Tulku Rinpoche e à Sangha.

Ao Dharma, a sua razão de viver a vida e de não se retirar exclusivamente à meditação que tanto ama. À Chagdud Tulku Rinpoche, seu amado mestre que deixou o Tibet, sua terra natal, para encontrá-la no Oeste, na América do Norte e a quem, desde então, até a sua morte em 2002, em terras brasileiras, dedicou a vida. E, à Sangha, por quem tanto carinho nutre e cuida como se filhos seus fossem, todos nós, guiandos-nos no nosso caminho pelo Dharma.

Neste dia foram oferecidas 835 lamparinas em sua homenagem. Todas que possuímos em nosso templo.

A casa de lamparina iluminou-se como um farol de um cabo a guiar, no horizonte, um número incontável de viajantes que por ele passam ou que a ele se dirigem em busca de novos caminhos. E assim fizemos nossa homenagem pela passagem do aniversário de Lama Tsering, nosso farol incansavelmente presente em todos nossos dias, a nos iluminar a todo o tempo.

Nada mais tocante do que descrever esta homenagem a nossa mestre com as palavras de seu mestre, a cada lamparina que começa a queimar.

E assim disse seu mestre, Chagdud Tulku Rinpoche:

“Na tradição do BudismoVajrayana, acumulamos mérito para podermos criar circunstâncias positivas de curto prazo como saúde, riqueza e longevidade e, mais profundamente, para revelar nossa natureza de sabedoria.

De todos os métodos para acumulação de mérito através da generosidade, oferecer lamparinas é um dos melhores, seguido apenas pela prática de Tsog, ou oferenda de festim.

Nós as oferecemos com o desejo de que suas luzes iluminem os reinos inferiores e o bardo, diminuindo o tormento dos seres que sofrem na escuridão.

Também aspiramos pelo desenvolvimento de maior clareza mental a todos os seres, para que possam descobrir as causas da felicidade duradoura em ações virtuosas de corpo, fala e mente.

Por fim, oferecemos as lamparinas para que a luz interior da grande sabedoria desperte na mente de todos os seres, removendo a escuridão da ignorância e os obscurecimentos intelectuais.

Devemos ter grande cuidado ao fazer a oferenda, pois o mérito criado depende da nossa motivação pura, visualização e também da reunião e preparação apropriada das substâncias que serão oferecidas.

Se tudo é feito com atenção plena, nosso mérito aumenta, assim como nossas qualidades positivas.”

S.E. Chagdud Tulku Rinpoche deu este esinamento no Khadro Ling, Três Coroas, Rio Grande do Sul, sede do Chagdud Gonpa Brasil,  em Março de 1999.

Anúncios
Esse post foi publicado em atividades, Budismo, Ensinamento, Eventos, Fotos, Guru, Master, Mestres, Oferenda de Lamparinas, Posts, Video e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Uma homenagem à Lama Tsering em benefício de todos os seres

  1. Que show de fotos e filmagem, que coisa maravilhosa o retrato de tão bela homenagem, a ela, que não estava aqui, estava lá, nossa Mestre, Tsering-la. Que aqui fique por muito tempo, por tanto tempo que nem mesmo o tempo saiba contar. Que homenagem tão bela, porém singela pelo tanto que ela nos dá. Muito belo, sim, e mais, tocante, marcante, que aperta o peito, daquele jeito, dentro de mim, que só quem a conhece sente apertar.

  2. Marcelo Marcondes disse:

    Longa vida a tão preciosa mestra, de quem ouvi pela primeira vez os ensinamentos do Buda. Nunca me esquecerei desse dia, voltei prá casa sorrindo, feliz de ter encontrado o Dharma pela própria emanação de Tara. Tashi Deleg!

    “Long life to our precious master from whom I heard for the first time the teachings of Lord Buddha. I shall never forget this day as I came back home smiling and happy for I had found the Dharma from the emanation of Tara herself. Tashi Deleg!” [free translation from the Blogsattva team for the benefit of Lama Tsering and all beings]

  3. pri veltri disse:

    Dear Lama Tsering,
    This is a little effort to try to show you our gratitude to you, who light up our lives with the light of wisdom, love and compassion.

    No doubt everything you’ve done, and still do, for us is beyond words and we all appreciate that very much.

    Hope you live long in our many lives and in our hearts.
    Thank you very much!

  4. Nancy Yasuda disse:

    Querida Lama Tsering

    Que sua luz continue a brilhar e a nos guiar pelos caminhos do Dharma, por muuuito tempo, para benefício de todos os seres
    Obrigada por estar conosco, pela sua dedicação e amor, por nos ensinar e incentivar, sempre!

  5. Monica Mariani disse:

    Confesso que tenho pensado nas mais belas palavras para expressar minha alegria e regozijo por ter conhecido nossa querida Tsering-la e estimar por tudo que seja de melhor para ela, mas as palavras não são suficientes. Mas como ainda não atingimos a iluminação, segue meu singelo feliz aniversário e que com muitos outros possamos ser agraciados. Obrigada por toda a compaixão, amor e sabedoria. Que todos os seres possam se beneficiar!
    My best wishes

  6. Pingback: Lamparinas para o Ano Novo | blogsattva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s