Losar no Odsal Ling 2011: Losar at Odsal Ling 2011

The Iron Hare Year - O Ano da Lebre de Ferro

Bilingual Post. Follow this link for the English Text

Neste último dia 05, comemoramos, no Odsal Ling, em Cotia, São Paulo, o Losar, o ano novo tibetano, como fazemos todos os anos. Este é o ano da Lebre de Ferro (lcags-mo yos-lo, 2138), considerado, em geral, como um dos mais afortunados possíveis anos na tradição do budismo tibetano.

E claro, documentamos nossas festividades, como se verá dos vídeos que se seguem. Mas é sempre bom começar com uma prece tradicional tão lindamente executada por Abby Rogers, nossa praticante intinerante, mas que sempre acha um jeitinho de nos visitar no Brasil:

[Não percam os demais vídeos que se seguem]

Pois bem, muito se fala do Losar, sempre se desejando “Tashi Delek” àqueles que encontramos. Em tibetano “Lo” significa ano e “Sar” significa novo.

Poucos, no Brasil, sabem sobre o Losar. E por isso, achei por bem aqui tentar explicar um pouquinho do que sei de sua origem e significado, antes de passar os restantes dos clipes de nossa comemoração deste ano novo no Odsal Ling.

Interessante notar que as comemorações do Losar precedem a introdução do budismo no Tibet e datam ainda dos tempos em que a religião Bon predominava na região. As festividades visavam agradecer aos Deuses, com rituais de purificação.

Com a introdução do budismo no Tibet, manteve-se o calendário e festividades da passagem do ano novo, muito embora com peculiar diferença introduzida pela nova religião.

O Ano Novo tibetano sempre ocorre entre janeiro e fevereiro de acordo com o calendário lunar, o que faz com que a data do Losar ocorra em dias diferentes todos os anos. No passado, as comemorações chegavam a durar por volta de duas semanas, mas nos tempos atuais ela limita-se a três dias de festividades e é celebrado no Tibet, India, Butão, Sikkim, assim como dentre as comunidades tibetanas expatriadas mundo a fora.

O Losar é uma época de significativa importância no Budismo. Em geral, os templos e monastérios são impecavelmente limpos e decorações de raríssima beleza e ornamentos adornam seus interiores. Vestimentas especiais são de uso tradicional e preces e práticas são realizadas visando dissolver as negatividades do ano que passou e purificar o novo ano; entre monges, é tradicional fazer desejos e aspirações de um ano novo de muita prosperidade para o Dalai Lama.

Quando digo, entre amigos, que sou budista — fora o fato de eu ter me tornado um budista — a curiosidade, entre tantos, é sobre os nomes dados a cada novo ano. Para muitos, ocidentais, parece um processo complicado, mas no fundo é bastante lógico.

Assim como no calendário chinês, cada ano recebe o nome de um animal. Só que no budismo tibetano, é acrescido ao nome do animal um elemento, como ferro, terra, fogo, água e, alternadamente, o animal é caracterizado como um animal macho ou uma fêmea. Por exemplo, em 2005 foi o ano da Fêmea do Pássaro de Madeira, seguido pelo ano do Cachorro de Fogo e assim por diante em um período de 60 anos.

Agora, voltando as nossas comemorações, neste ano o Losar coincidiu com o Drubchen de Vajrakilaya, no Khadro Ling, Rio Grande do Sul. Assim, nossa lama, Lama Tsering,

Lama Tsering Everest

encontrava-se ausente, participando, como todos os anos o faz, do Drubchen de Vajrakilaya.

Muito embora, ausente, Lama Tsering estava sim presente em nossas comemorações, pois sua presença se fazia sentir a cada momento de nossa prática, que se iniciou cedinho naquela manhã bem antes do nascer do sol.

É tradicional, que finda a prática os presentes façam apresentações, contem histórias, cantem músicas, todas em júbilo do início de um ano novo, em especial desse ano da Lebre de Ferro.

E,  assim, é essa a minha história do que aconteceu e que os vídeos abaixo procuram retratar.

Então Tashi Delek a Todos!

É sempre tão lindo ouvi-la cantar…

Seguiu-se por uma contadora de histórias as histórias que nos fazem lembrar as tradições do Brasil e de certa forma mostram, em minha opinião, uma “avant premier” do encontro de culturas e tradições. Nossa querida Joana, com sua presença marcante, nos passa a contar:

E aí se deram histórias contadas por aqueles que tiveram a benção de ter convivido com nosso grande mestre, Chagdud Tulku Rinpoche. Infelizmente, meu Kharma não chegou a tanto e não pude conhecê-lo, muito menos ouvir diretamente seus ensinamentos ou suas histórias, mas hoje os ouço por mestres como Khandro-La, Lama Tsering, Lama Norbu, Lama Sherab e por seus alunos que nos deixam, nesse Losar, lindos depoimentos dessa memorável convivência.

E as histórias continuam, lindas histórias:

E por fim Caio, nosso Unze,  convoca-nos: vamos praticar!

E assim foi a passagem para o ano da Lebre de Ferro, no Odsal Ling, um ano, como disse, dos mais afortunados possíveis.

Feliz Losar !

 

Anúncios

Sobre Marcelo Thiollier

No caminho, felicidade tem outro nome. On the path, happiness has another name.
Esse post foi publicado em Activities, atividades, Bilingual Post, Buddhism, Budismo, Losar, Post Biíngue, Practice, Prática, Tashi Delek e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Losar no Odsal Ling 2011: Losar at Odsal Ling 2011

  1. cora vieira disse:

    Obrigado por compartilhar sua experiencia e a explicação sobre o ano novo tibetano. Bençãos p voce e a todos. Bj. Cora

  2. Nancy Yasuda disse:

    Tudo lindo,obrigada por compartilhar!
    Tashi Delek!

  3. Querida Nancy: Que bom que você gostou! Ficamos felizes em compartilhar as atividades do Odsal Ling com a Sangha via o Blogsattva.

    bjos,

    Marcelo

  4. Moriah disse:

    Ola Pessoal!

    Feliz Ano do coelho de ferro a todos!

    E sempre de tirar o folego, poder ver um pedacinho da pratica, a Sangha reunida, da pra sentir a energia mesmo estando somente um um oceano, um mar e tres continentes de distancia….A Lama me acompanha sempre, esta aqui na minha mente.
    Muita saude e vida longa a todos!

    Boa pratica!

    No Dharma,

    Moriah

  5. Querida Moriah: que bom que você consegue ver um pouco das atividades do Odsal Ling ou do Khadro Ling pelo Blogsattva. Sei que é muito pouquinho e que poderíamos fazer mais. Sei que você está sempre conectada no aguardo de nossas novidades e histórias. Mas lembre-se, estamos sempre pensando em você, mesmo longe, você está perto em nossas mentes e coração. Bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s